quarta-feira, 11 de junho de 2014

Você


Eis você, todo... completo de sentimentos.
Você, que não é fidalgo,
Mas que de príncipe tem algo.
Você, que lê os pensamentos.
Você, que se faz tão presente na ausência...
Tão cheio de candura e eloquência...
Que honra qualquer compromisso
E, que além disso,
Tem bondade inata.
Você que faz serenata...
Você, sábio e cavalheiro,
Que sorri o tempo inteiro.
Você, que mora num livro ilustrado.
Você, sapo que vira príncipe encantado.

Nenhum comentário: