sábado, 21 de junho de 2014

Passa(tempos)


Lufadas de vento nas esquinas,
No vão daqueles passatempos.
Mensagens impressas nas retinas
E que não somem com os ventos,
Trazidos por outros tempos.
Dormem então nos pensamentos
As tais mensagens impressas. 
Guardadas sem camuflagem
Junto a imagens diversas.

Nenhum comentário: