domingo, 2 de março de 2014

Vindima


Não, a mim não interessa

Se foi em vão a vindima,
Mesmo que a lesiva pressa
Tenha lhe mudado a sina.

Foi uma boa apanha,

Feita com o entusiamo
De produzir a champanha,
Ainda que o marasmo, 

Hoje, seja o vil retrato

Da plantação que é desnuda,
Não me condena o fato

De julgar que era carnuda

A safra semi-madura.
Acusar-me nada muda.

Nenhum comentário: