quarta-feira, 5 de março de 2014

Um ninho de tico-tico (Zalina Rolim)


Um ninho de tico-tico,
Feito com arte e primor,
Achei no galho mais rico
Da minha roseira em flor.

Entre as flores encoberto,
Ninguém sabe se ele existe.
É preciso olhar de perto
Para que a gente o aviste.

E lá no fundo somente
Três ovitos, nada mais...
E o ninho tão fofo e quente,
E três ovos tão iguais!

Tive muito cuidado,
Não toquei com meus dedinhos.
Mamãe disse que é sagrado
O ninho dos passarinhos.

3 comentários:

NILO CALDAS disse...

Esta poesia, aprendi com minha mãe, Sra. Ildérica Caldas, quando eu era criança.

Neusa Schilaro Scalea disse...

Linda poesia infantil. É preciso ensinar poesia para as crianças. Prabens

Dengnendes@gmail.com disse...

Concordo plenamente, com vc me lembro qdo eu recitei está poesia.na escolaera tão gratificante, vejo is filhos e netos nem sabe que existe esta poesias tão linda