domingo, 2 de março de 2014

Para Uma Menina Chamada Ana



 O teu sorriso é uma janela semiaberta.

 É suave, pálido, discreto.
 Teus olhos são a expressão certa
 Daquilo que é irrequieto.
 Teu cabelo é como um lenço de cetim:
 Brilhante, sedoso, maleável.
 Olhando para ti, assim,
 Tem-se uma sensação agradável.
 Linda menina, meiga e afetiva,
 De ti a alegria emana.
 És mimosa enquanto pensativa,
 Florzinha chamada Ana.

Um comentário:

Wasil Sacharuk disse...

Maravilhoso. Fico feliz e grato, pietisa.