sexta-feira, 7 de março de 2014

O Canto do Bem-Te-Vi


Se eu lhe ouvir, bem-te-vi,
cantando a velha história
de alguém que você viu
e jamais esqueceu,
não deixe de cantar, bem-te-vi, cante
que o canto é seu
e não meu.
E sobre a sua repetição
na toada,
maior é seu canto.
A repetição não é nada
Que cause espanto.
Vibram as notas em sua canção.
Seu canto é um poema ao amanhecer,
Vindo com toda a sua maestria
De ave que canta
Até o anoitecer.

Nenhum comentário: