domingo, 2 de março de 2014

Noção


Uma vaga noção de tudo, e um conhecimento de nada.

 Charles Dickens

Certo, certíssimo, convicto

Dos fatos  e de seu desenrolar.
Sem dúvidas, invicto
Vê o desenrolar
De tudo.
Não olha de lado,
Contudo  precisa
Do ponto de vista intercalado
E de contradições,
Mas tem suas próprias noções
E se engana.
Finge que sabe tudo,
Não sabendo nada.
Sua mente enganada
Pelo consciente mudo
Finge que sabe tudo
A toda a gente.
Mas seu inconsciente,
Ah, ele sabe de tudo!
Disso se é bem ciente.

Nenhum comentário: