domingo, 2 de março de 2014

Exaltação da Rosa


I


 Ostenta a rosa pétalas suaves,

 Duma cor tão harmoniosa, 
 Que, ao vento, produzem imagens, 
 Deixando nossa alma cheirosa.

 O seu cheiro nos invade o pensamento.

 Enche nossos olhos de vida.
 Dá a nossa alma acalento. 
 Deixa nossa pele aquecida.

 Suas pétalas são como o cabelo, 

 Que deixa a mulher feminina. 
 Os nossos olhos lhe são espelho 
 Para refletir a face pequenina.

 Na sua haste esbelta, 

 Suas folhas são bracinhos, 
 Compondo uma bela silhueta 
 Carregada de espinhos. 

 Entre beleza e elegância, 

 É ela a deusa das flores. 
 De rara e cálida fragrância
 Entre encantos e amores.

II


 Ó, rosa deusa das flores,
 Que encanta e enfeita os amores!
 Ó, rosa, ser harmonioso!
 Tuas pétalas suaves
 Exalam um cheiro de incenso,
 Cálido e doce.
 Tua beleza e elegância
 Encantam os amores,
 Porque tu és rosa.
 Porque és a flor das flores.
 E acalenta nossa alma.
 E aquece nossa pele.
 Porque fazes de nossos olhos, espelho.
 De tuas pétalas, cabelo.
 Porque tu és feminina como as mulheres.
 Por isso, ó rosa, podes o que queres.

Nenhum comentário: