domingo, 29 de setembro de 2013

Velhas Receitas


Não, não quero
Mais e nem espero
Coisas fantásticas.
Eu me esmero
Nas coisas drásticas.
No mero
Cotidiano,
Ainda que profano.
Parece menos penoso,
Do que esperar o incrível
E perceber
Que ele nem sempre é possível.
Por isso chega!
Melhor uma certeza dura,
Do que mil sonhos de candura.
Sonhos nunca puseram a mesa!
Faltam ingredientes para essa receita.
Como o trivial, com certeza!
Não, não estou satisfeita...
Mas estou farta de tanta instrução.
No final das contas,
Essas velhas receitas
São pura ilusão;
Nada nunca fica igual quando estão prontas.

Nenhum comentário: