segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Ponto de vista - Suely Andrade & Fábio Granville


Tanto amor
Meu peito carrega.
Sou artista!
E ser brega
É só um ponto de vista.
Tanto pendor
Às vezes, me entrega
À visão maniqueísta,
Que carrega
Aquela ideia
Continuísta,
Que o brega
É a ausência do chique,
Com a simples regra:
"Mais pobre a tribo, mais enfeitado o cacique”.

Nenhum comentário: