quinta-feira, 25 de julho de 2013

Um Passarinho Singular (Para Melissa Leão)


Tenho um passarinho singular,
Que, de vez em quando,
Quando não está voando,
Vem me fazer sonhar.

Ele tem um chilreio diferente.
Com ele desperta
A mim e a quem o sente.
Um passarinho que concerta.

Sim, um passarinho criativo,
Valente e refinado,
Que abre o bico, altivo
E canta bem afinado.

Tem asas pequenas,
Mas bem lépidas,
Que não são asas apenas;
São asas intrépidas.

Com elas ele ganha o mundo
E vai cantar em outras estâncias.
Com isso encurta as distâncias,
Pois o seu canto é profundo.

*Era uma vez um passarinho que ganhou o mundo.

Nenhum comentário: