quarta-feira, 24 de julho de 2013

Fada Madrinha


Fadinha para a roupa esfarrapada,
Entre com a varinha,
Dê um toque e...
Encantada!

Fadinha, dê um toque
Com condão.
Mude o meu figurino, que
Virará um figurinão!

Fadinha do sonho
Perdido,
Transforme o meu destino tristonho;
Atenda o meu pedido!

Fada da Borralheira,
Da gata sem raça,
Entre sorrateira
E me encha de graça!

Fada Madrinha;
Fada com condão,
Puxe a sua varinha
E dê-me um beliscão!

Fada das gatas borralheiras,
Não me deixe ainda!
Apague estas olheiras;
Deixe-me mais linda!

Agora, vá, fada protetora,
Mas não suba numa vassoura,
Puxa!
Vassoura é de bruxa!

Suba numa nuvem branquinha,
Fada Madrinha.
Volte para o mundo encantado
E espere meu outro chamado!

Nenhum comentário: