quarta-feira, 24 de julho de 2013

Busca



No topo daquela serra,
Bem no topo,
Eu fujo daqui da Terra.
Traço meu escopo.

Bem no cume,
Eu sou aguerrida.
Vislumbro um lume
Para a minha vida.

Nada do cotidiano;
Quero outro caminho.
No alto há outro plano;
Outro norte esquadrinho.

Planejo, traço, almejo
Uma saída estratégica.
Ah, para a vida eu desejo
Uma visão mais lisérgica!

Nenhum comentário: