segunda-feira, 8 de julho de 2013

A Dor de Cada Um






Todos vivem o seu drama
Uns, de cabeça erguida.
Outros, atolados na lama.
Mas, maior é a dor por si sentida.
E, seja como for.

                   (...)
“Brasa para sua sardinha”.
Mensura-se a dor vizinha:
“Não há dor maior que a minha”.
 E segue-se o que se pensa:
“Fome é pior que doença”.
“Doença é castigo”.
“Isso só acontece comigo”.
E todas essas concepções
Residem no íntimo angustiado,
Pois doem as decepções
Sempre mais no que é maltratado.
E cada um vê o seu fardo,
Sempre como o mais pesado.

Nenhum comentário: