domingo, 10 de março de 2013

Ciúme






Minh'alma inquieta sofre a consumição,
De um dolorido sentimento a me torturar!
Medo de procurar e encontrar
Algo que me cause desolação.

Tudo é inseguro e incerto!
E o que mais dói
É de nada ter certeza.
É um atormentar; 

Constante açoite a meu coração surrar.
E se tudo for só ilusão?
Isto corrói.

A minha percepção me alerta constantemente,
Mas a dúvida me faz confusa.
E tudo me faz agir impulsivamente.
Mas se esta dor não me habitasse o peito,
Não seria amor tudo o que sinto,
Nem todas as coisas fariam o mesmo efeito.

Nenhum comentário: