sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Negando a possibilidade




O que é triste, o que desanima
É ver que na possível amizade
Não há verdade;
Há, antes, a impossibilidade.


E, em cada tentativa frustrada,
Vê-se mais uma aventura.
E, se porventura,
Há uma amizade encontrada,
A desconfiança vinda da amargura
Vê como falsidade,
Desventura,
A talvez mais factível das possibilidades.

Nenhum comentário: