sábado, 17 de novembro de 2012

Imersão



Fui bem fundo dentro de mim
Adentrei-me bem profundo
Vi muitas coisas: nãos e sins
Nesse mergulho em meu mundo.

E na excursão intimista
Relembrei coisas adormecidas
Algo que não se grafa em lista
Coisas que se convêm esquecidas.

Essa viagem um tanto conturbada
Como ondas de um mar revolto
Libertou-me a alma um tanto curvada
Fez-me o espírito leve, solto.

E a imersão que me levou a fatos e lugares
Fez-me compreender certos impasses
E que a vida nos permite múltiplos olhares
Quando encontramos a nós mesmos face a face.

Nenhum comentário: