terça-feira, 13 de novembro de 2012

Edificação



Não dá para fingir sobre certas coisas
Mas a gente às vezes tem que desviar o olhar
O melhor é caminhar seguindo sempre a vida
Para não correr o risco de para trás ficar
Esquecer certos atropelos, coisas desagradáveis
E deles tirar experiências incontáveis
Nem sempre se deixar ser atraída
Por coisas que lhe fazem desanimar
E dos nós fazer novelos com leveza
Para sair tecendo a própria vida
Bordá-la com brandura, com beleza
Sem fazer dos maus momentos
Só fracasso e tormento
Isso é construir com certeza
Para a vida o que se almeja
E para a alma alimento.

Nenhum comentário: