domingo, 18 de novembro de 2012

Amigo



Coisa rara é o seu coração
Que a tudo compreende sem esforço
Que mesmo diante de uma decepção
Estende os braços e nos tira do poço.

Sempre um sorriso nos oferta
Mesmo que a ocasião seja dura
Ele está ali à hora certa
Ofertando-nos sua força ou brandura.

É ele um alento para as horas sombrias
Um par para as horas de alegrias 
E para as horas de sossego e de esforço.

Nem sempre concorda com o nosso pensamento
Ou reitera o nosso argumento
Mas compartilha de nossa amargura.

Nenhum comentário: