terça-feira, 30 de outubro de 2012

O anjo que não era torto, mas era






Quando eu nasci, um anjo que não era torto
Estava, pensativo, distraído, absorto.
Ainda assim, ele proferiu:" Vai-te embora,
morar numa terra primaveril".

Lá é sítio sem dor, miséria, guerra,
Pátria linda, bela terra, o Brasil, sua mãe gentil.
Terra de contos de fadas
Paz nas ruas e autoestradas.

Concordo em alguns pontos
Mas quem conta um conto
Aumenta um ponto.
De fato, o Brasil é bela pátria, minha mãe gentil.

O resto é balela
O anjo era trapaceiro, mentiu quase o tempo inteiro: era primeiro de abril.

Nenhum comentário: