quinta-feira, 12 de maio de 2011

PENSAMENTO (Rui L. Tavares)

Como é complexo o nosso pensamento
não tem controle, ele vai aonde quer
viaja sozinho e em nenhum momento
evitamos que ele vá aonde quiser.

É versátil, entra em qualquer ambiente
até cria outros no plano da ilusão
não obedece ordens, ele é inconsequente
muitas vezes é o algoz do coração.

Não tem amarras, vive pleno, em liberdade
geralmente transita por ai ao léu
às vezes perambula num mundo de saudade
outras, feliz, parece estar no céu.

O limite do pensamento é o universo
mesmo assim algo mais ele pode imaginar
é ele quem dita a rima do meu verso
é ele quem me conduz na arte de pensar.

Por quê, então, com tão ampla faculdade
de ir e vir pelos caminhos que quiser
o meu fica preso num cantinho de saudade
pensando fixamente numa única mulher?

Nenhum comentário: