sábado, 30 de abril de 2011

Noite



A natureza fechou lentamente a cortina
No palco, atores noturnos
Fez-se noite!

Um comentário:

José Sousa disse...

Lindissimo!
Como é que alguém vê uma imagem, na noite escura ao luar, logo faz um poema! Paraéns!

transpondo-barreiras.blogspot.com/

Beijão querida Suely